Relaxante Muscular

Medicamento genérico, Lei n° 9.787 de 1999. Registro  M.S.: 1.5423.0237

Indicações: ao tratamento de espasmos musculares associados com condições musculoesqueléticas agudas e dolorosas, como as lombalgias, torcicolos, periartrite escapuloumeral, cervicobraquialgias e no tratamento da fibromialgia. Além disso, é indicado como coadjuvante de outras medidas para o alívio dos sintomas, tais como fisioterapia e repouso.

Apresentações:
5mg – cx. c/ 30 cprs. rev.
10mg – cx. c/ 30 cprs. rev.

Caixa de embarque: cx. padrão c/ 60 und.

Contraindicações: Pacientes com hipersensibilidade a ciclobenzaprina ou a qualquer outro componente da fórmula do produto, com glaucoma ou retenção urinária, em fase aguda pós-infarto do miocárdio, que fazem uso de inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou que suspenderam seu uso há menos de 14 dias, com arritmias cardíacas, bloqueios ou distúrbios de condução ou insuficiência cardíaca congestiva, com hipertireoidismo. Cuidados e advertências: A ciclobenzaprina deve ser descontinuada imediatamente se esses sintomas e sinais surgirem Síndrome serotoninérgica, tais como alterações no estado mental; instabilidade autonômica; alterações neuromusculares; sintomas gastrointestinais e convulsões, pode potencializar os efeitos do álcool, barbitúricos e de
outras drogas depressoras do SNC, a ciclobenzaprina deve ser utilizada com cautela em pacientes com história de retenção urinária, glaucoma de ângulo fechado, pressão intra-ocular elevada, taquicardia, hipertrofia prostática benigna ou naqueles em tratamento com medicamentos anticolinérgicos. Posologia: A dose usual é de 20 a 40mg de cloridrato de ciclobenzaprina, em duas a quatro administrações ao dia (a cada 12 horas ou a cada 6 horas), por via oral.