Outros Produtos com Ação no Trato Urinário

Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. Registro M.S.: 1.5423.0182.

Indicação: Tratamento dos sintomas do trato urinário inferior associados à hiperplasia prostática benigna (HPB).

Apresentações:
0,4mg – cx. c/ 20 cáps. Liberação prolongada
0,4mg – cx. c/ 60 cáps. Liberação prolongada

Caixa de embarque: cx. padrão c/ 60 und.

Contraindicações: Alergia a qualquer componente do produto. Contraindicado na faixa etária abaixo de 16 anos. Cuidados e advertências: O cloridrato de tansulosina pode provocar diminuição da pressão arterial. Pacientes com insuficiência renal ou hepática grave devem ser tratados com cautela. Não é recomendado iniciar o tratamento com tansulosina caso exista programação para realização da cirurgia de catarata. Reações adversas e interações: Durante o uso do cloridrato de tansulosina podem ocorrer tontura, ejaculação anormal e, menos frequentemente, dor de cabeça, fraqueza, tontura ao se levantar, palpitações e rinite. Ocasionalmente, náusea, vômito, diarreia, intestino preso, reações alérgicas tais como erupção cutânea, coceira e urticária. Raramente, edema dos vasos sanguíneos, desmaio e priapismo (ereção persistente e dolorosa do pênis não relacionada à atividade sexual). O diclofenaco e a varfarina podem aumentar a velocidade de eliminação da tansulosina. A administração concomitante de outros medicamentos que atuam de modo similar à tansulosina pode causar pressão baixa. Posologia: Tomar uma cápsula ao dia, após o café da manhã. Ingerir a cápsula inteira, sem mastigar, com um pouco de líquido.