Amebicida / Giardicida / Tricomonicida ginecológico

Princípio Ativo: metronidazol

Registro M.S.: 1.5423.0037

Indicação: Tratamento da tricomoníase.

Apresentação:
Geleia vaginal 100mg/g bisnaga c/ 50g + 10 aplicadores

Caixa de embarque: cx. padrão c/ 30 und.

Contraindicações: Hipersensibilidade anterior ao metronidazol ou outro derivado imidazólico e aos demais componentes do produto. Cuidados e Advertências: Deve ser administrado com cautela em pacientes com encefalopatia hepática. As pacientes devem ser alertadas que pode provocar escurecimento da urina e sobre a possibilidade de confusão, tontura, alucinações, convulsões ou alterações visuais transitórias e aconselhadas a não dirigir veículos ou operar máquinas caso estes sintomas ocorram. Se houver previsão de início do próximo ciclo menstrual antes do término do tratamento prescrito pelo médico, recomenda-se, quando possível, postergar o início
do tratamento para o dia seguinte ao término do ciclo menstrual. Caso o tratamento não esteja no início, completá-lo até o seu término. Deve ser utilizado com cautela em pacientes com doença grave, ativa ou crônica, do sistema nervoso central e periférico, devido ao risco de deterioração neurológica. Não é aconselhável a ingestão de bebidas alcoólicas. Reações Adversas e Interações: Dor epigástrica, náusea, vômito, diarreia, mucosite oral, alterações no paladar (gosto metálico), anorexia, casos excepcionais e reversíveis de pancreatite rash, prurido, rubor, urticária, febre, angioedema, excepicionalmente choque anafilático, muito raramente erupções pustulares, neuropatia central ou periférica, como parestesia, ataxia, tontura, crises convulsivas. Foram relatadas reações psicóticas em pacientes utilizando concomitantemente metronidazol e dissulfiram. Bebidas alcoólicas e medicamentos contendo álcool não devem ser ingeridos durante o tratamento com metronidazol devido à possibilidade de reação do tipo dissulfiram, com aparecimento de rubor, vômito e taquicardia. Potencialização do efeito anticoagulante e aumento do risco hemorrágico causado pela diminuição do catabolismo hepático. Os níveis de lítio podem ser aumentados pelo metronidazol. Risco de aumento dos níveis plasmáticos de ciclosporina. O fenitoína ou fenobarbital: aumento da eliminação de metronidazol, resultando em níveis plasmáticos reduzidos. 5-fluorouracil: diminuição do clearance do 5-fluorouracil, resultando em aumento da toxicidade do mesmo. Posologia: Fazer uma aplicação de preferência à noite, ao deitar-se, durante 10 a 20 dias.