Antiviral Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. M.S. nº 1.5423.0300.

Antiviral

Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. M.S. nº 1.5423.0300.

Indicação

É indicado para o tratamento de infecções pelo vírus Herpes simplex na pele e nas mucosas, incluindo herpes genital inicial e recorrente. É indicado também na supressão (prevenção de recidivas) de infecções recorrentes por Herpes simplex em pacientes imunocompetentes e na profilaxia de infecções por Herpes simplex em pacientes imunocomprometidos. O aciclovir é usado, ainda, no tratamento de infecções de Herpes zoster. Estudos têm demonstrado que o tratamento precoce de Herpes zoster com aciclovir produz efeito benéfico na dor e pode reduzir a incidência de neuralgia pós-herpética (dor associada ao Herpes zoster). O aciclovir também é usado no tratamento de pacientes seriamente imunocomprometidos.

Apresentação

200mg – cx. c/ 30 comprimidos revestidos

Caixa de embarque

cx. padrão c/ 60 und.

Contraindicações:

Contraindicações: é contraindicado a pacientes com hipersensibilidade ao aciclovir ou ao valaciclovir. Cuidados e advertências: Tanto pacientes com insuficiência renal quanto idosos têm risco aumentado de desenvolver efeitos adversos neurológicos, e devem ser monitorados cuidadosamente. Reações adversas e interações: pode causar dor de cabeça, tonteira, náuseas, vômito, diarreia e dores abdominais. O aciclovir é eliminado primariamente inalterado na urina, via secreção tubular renal ativa. Qualquer droga administrada concomitantemente, que afete esse mecanismo, pode aumentar a concentração plasmática do aciclovir. Posologia: para tratamento de Herpes simples em adultos e crianças – um comprimido cinco vezes ao dia. Para tratamento de Supressão e profilaxia de Herpes simples em adultos e crianças– um comprimido quatro vezes ao dia.

ESTE MEDICAMENTO PERTENCE À CATEGORIA DE RISCO DE GRAVIDEZ B. ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO
POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.