Genéricos

mesilato de doxazosina

Anti-Hipertensivo Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. M.S. nº 1.5423.0285.

Anti-Hipertensivo

Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999.

M.S. nº 1.5423.0285.

Indicações:
É indicado para o tratamento dos sintomas clínicos da hiperplasia prostática benigna (HPB), assim como para o tratamento da redução do fluxo urinário associada à HPB. O mesilato de doxazosina pode ser administrado em pacientes com HPB que sejam hipertensos ou normotensos. Enquanto não são observadas alterações clinicamente significativas na pressão sanguínea de pacientes normotensos com HPB, pacientes com HPB e hipertensão apresentam ambas as condições tratadas efetivamente com monoterapia com mesilato de doxazosina. É indicado para o tratamento da hipertensão e pode ser utilizado como agente inicial para o controle da pressão sanguínea na maioria dos pacientes.

Apresentação:

2mg – cx. c/ 30 cprs.

Caixa de embarque:

cx. padrão 60 und.

Contraindicações:

Está contraindicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade a mesilato de doxazosina, outros tipos de quinazolinas (por exemplo, prazosina, terazosina) ou a qualquer um dos excipientes. Cuidados e advertências: Omesilato de doxazosina deve ser usado com cautela em  pacientes com doença cardiovascular agudas (edema pulmonar, insuficiência cardíaca de alto débito, insuficiência cardíaca direta a embolia pulmonar ou derrame pericárdio, insuficiência cardíaca ventricular esquerda), pacientes com insuficiência hepática e pacientes com insuficiência renal. Reações adversas e interações: Deve-se evitar a administração de mesilato de doxazosina concomitante a alfabloqueadores. Posologia: A dose inicial recomendada de mesilato de doxazosina para tratamento de hiperplasia prostática benigna é de 1 mg administrado
em dose única diária. A dose pode ser aumentada após 1 ou 2 semanas de tratamento de tratamento para 2 mg. A dose total de mesilato de doxazosina para tratamento de hipertensão, varia de 1 a 16 mg diários.

CATEGORIA C DE RISCO NA GRAVIDEZ. ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA. DURANTE O TRATAMENTO, O PACIENTE NÃO DEVE DIRIGIR VEÍCULOS OU OPERAR MÁQUINAS, POIS SUA HABILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.